10 de jan de 2011

Ofício de Santa Inês de Praga

 
AnezkaPremyslovna

2 de março
SANTA INÊS DA BOÊMIA, VIRGEM, DA ORDEM II
Inês, filha de Premislau, rei da Boêmia, nasceu em Praga, pelo ano de 1211. Tendo recusado o casamento com o imperador, professou em 1236 entre as Clarissas do Mosteiro que havia fundado, e do qual por muitos  anos foi abadessa. Santa Clara, que lhe consagrou singular amizade, escreveu-lhe várias cartas sobre assuntos de perfeição seráfica. Morreu entre os anos de 1280 e 1283.
Do Comum das virgens.

Ofício das Leituras
Segunda leitura
De uma Carta de Santa Clara a Santa Inês de Praga
(Ed I. Omaechevarria, Madri 1970, p. 324-327)

Virgem pobre, abraça o Cristo pobre
Agradeço ao doador da graça, de quem se crê provir toda dádiva boa e todo dom perfeito (Tg 1,17), o qual te ornou com múltiplos títulos de virtudes e ilustrou com sinais de tanta perfeição que mereces, diligente imitadora do Pai perfeito, tornar-te perfeita, a fim de que os olhos dele em ti nada descubram de inacabado. Esta perfeição te associara ao próprio rei no etéreo tálamo, onde coberto de glória ele se assenta num trono estrelado. Desprezaste as riquezas do reino terrestre, não consideraste bastante digna a oferta do casamento com o imperador; animada pela santíssima pobreza, em espírito de grande humildade e ardentíssima caridade, seguiste as pegadas daquele que mereceste desposar.
Sei que possuis a honra das virtudes, por isso evito ser prolixa e não quero te onerar com palavras supérfluas, embora nada te pareça supérfluo daquilo que possa trazer-te alguma consolação. Como, porém, uma só coisa é necessária, imploro essa única coisa e te admoesto a buscá-la por amor daquele ao qual te ofereceste, como hóstia santa e agradável.
Lembrada de teu propósito, qual outra Raquel, contempla sempre o teu princípio, conserva o que tens, faze o que fazes, sem desistir, mas em curso rápido, passo leve, desimpedido, sem poeira, avança segura, alegre e ligeira pela senda da felicidade certa. Não confies em quem quiser te fazer desistir de teu propósito. Não concordes com ele, ou com alguém que colocar pedra de tropeço no caminho, para não cumprires teus votos ao Altíssimo com a perfeição a qual te chamou o Espírito do Senhor. Se alguém te disser ou sugerir coisa diferente que impeça a tua perfeição, ou pareça contrária ao chamado divino, mesmo se deves respeitá-lo, não sigas seu conselho, mas, enquanto virgem pobre, abraça o Cristo pobre.
Vê que por ti ele se fez desprezível, e faze-te desprezível por ele neste mundo. Segue teu Esposo, o mais belo dos filhos dos homens, o qual por tua salvação se tomou o mais vil dos homens, desprezado, espancado, em todo o corpo inúmeras vezes flagelado, e morreu no meio das angústias da cruz.
Rainha nobilíssima, olha-o, considera-o, contempla-o, desejosa de imitá-lo. Se sofreres com ele, com ele reinarás, se te compadeceres dele, com ele te alegrarás; se morreres com ele na cruz das tribulações, possuirás mansão etérea nos esplendores dos santos; e teu nome, que há de ser glorioso no meio dos homes, estará no livro  dá vida. Por isso, eternamente e pelos séculos participarás da glória do reino celeste em lugar dos bens terrenos e transitórios, e alcançarás bens eternos em vez dos perecíveis e viverás nos séculos dos séculos.

Responsório
R. Virgem de Cristo, como é grande tua beleza! * Do Senhor tu mereceste receber a coroa da perpétua virgindade.
V. Nada pode arrebatar-te a grande glória da tua virgindade consagrada, nem separar-te do amor de Jesus Cristo. * Do Senhor.

Oração
Ó Deus, que conduzistes a virgem Santa Inês ao caminho da perfeição, trocando as riquezas da corte pelo seguimento humilde da cruz, dai-nos, a seu exemplo desapegar-nos das coisas que passam e procurar sempre os bens eternos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Laudes
Cântico evangélico, ant.
A virgem prudente entrou para as bodas
e vive com Cristo na glória celeste;
como o sol ela brilha entre os coros das virgens.

Vésperas
Cântico evangélico, ant.
Ó vinde esposa de Cristo,
recebei a coroa da glória 
que o Senhor preparou para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário